Você já Conversou com seu Cachorro

Eu sempre tive cachorros, mais nunca fui tão apegado a minha Border Collie que se chama Alaska, carinhosamente apelidada de Alaskita, como já deve ter percebido o mesmo nome do meu blog, eu sempre procuro postar artigos relacionado a curiosidades e coisa que acontecem comigo no dia-a-dia, pois acredito que acabo me identificando com muitas pessoas, e como de costume hoje eu estava conversando com A minha Alaskita e ela sempre prestando atenção em minhas palavras, sempre que não tem bolinhas por perco rs … Enfim, resolvi trazer para você uma pesquisa exatamente sobre isso.

Não há dúvidas que que os cães são grandes ouvintes. E além disso, parece que eles sentem quando estamos tristes, não é mesmo? Eles chegam de mansinho, ficam do nosso lado quietinhos sem esperar nada em troca.

Alguns cães entendem algumas palavras

Existe um Border Collie chamado Chaser que é conhecido por saber mil palavras. Antes dele tivemos o Rico, da raça Collie, uma vira-lata chamada Sofia e um Yorkshire chamado Bailey. Alguns desses cães também compreendiam categorias de objetos e podiam descrever a qualidade desses objetos, respondendo corretamente a frases simples de duas palavras. Por exemplo, em uma pilha de brinquedos, a pessoa fala: “bola azul” e o cachorro pega exatamente a bola azul.

Ainda não está claro para a ciência se esses cães-prodígio tem uma inteligência fora do comum ou se eles são iguais aos outros cães, porém foram treinados correta e intensivamente. Nós sabemos que tem palavras que precisamos soletrar para evitar que nosso cachorro se desespere, por exemplo, P-A-S-S-E-A-R. Palavras ou frases faladas rotineiramente pro cachorro acabam sendo totalmente compreendida por ele. Eu por exemplo não posso falar PASSEAR PARA ALASKITA que ela fica louca.

Muitos cães entendem o que dizemos, mesmo sem entender as palavras

Os sons que os humanos fazem contém emoções até mesmo antes de começarmos a falar. Cerca de 80% do significado da nossa linguagem vem da nossa linguagem corporal e do nosso tom de voz e não as palavras em si.

Um grupo de pesquisa em Budapeste constatou que o cérebro dos cães respondem à voz humana da mesma forma que o cérebro humano. Tanto cães quanto humanos usam a mesma área do cérebro para processar o sentido emocional presente na linguagem falada. Esse alto nível de sensibilidade para as emoções pode ser o motivo pelo qual diversos donos de cães dizem em pesquisas que seus cães são capazes de compreendê-los psicologicamente.

Conheça a História dos Border Collie

É bom para você

Falar com o seu cachorro pode ajudar as pessoas a enfrentar discussões difíceis. As pessoas muitas vezes costumam evitar discussões com outras pessoas falando o que pensam pro cachorro. Isso faz com que o ser humano compreenda a si mesmo e não desconte suas frustrações em outras pessoas.

Conversar com os cães também ajuda fornecendo uma companhia não-julgadora. Um cão apenas escuta e jamais julga. Isso é muito saudável quando trata-se de desabafar problemas da vida cotidiana.

Eu por exemplo sempre que estou estressado ou com qualquer problema, gosto de passear com a Alaskita para enfriar a mente.

Você Sabe por que os cães não gostam de algumas pessoas ?

É bom para o cachorro

Existem muitas formas de se conectar com o seu cachorro e nem todo mundo é tagarela. Normalmente, as pessoas que conversam com seus cães também mostram outros sinais de uma conexão muito forte com o cachorro, embora os homens falem menos com os cães do que as mulheres mesmo tendo o mesmo vínculo emocional com o animal.

Mas não esqueça de falar “cachorrês” de vez em quando

Os cães fazem um grande esforço para compreenderem a linguagem humana através da palavra, do tom de voz e dos gestos. Então nada mais justo que de vez em quando nós falarmos “cachorrês”. Por exemplo: chame seu cachorro pra brincar se movendo de repente, com a boca aberta e uma cara de “vamos brincar”. Direcione a atenção do seu cachorro para as coisas apenas olhando pra elas (é assim que uma matilha se comunica).

Embora existam pesquisas sobre como os cães entendem a linguagem humana, quase não há pesquisas a respeito dos latidos dos cães. Talvez seja hora dos pesquisadores começarem a prestar atenção no que o cão quer dizer.

Por exemplo, sempre que chego em casa a Alaskita fica latindo sem parar, e só para quando eu vou dar um oi para ela.
Espero que vocês tenham gostado do artigo, peço que Cadastre seu e-mail aqui embaixo para receber nossas melhores atualizações.

Cadastre seu e-mail e receba nossas atualizações:

Caso queira tirar alguma duvida, sugerir algum assunto ou fazer alguma critica pode entrar em contato comigo pelo seguinte e-mail contato@portalalaskita.alascas.com.br

Obrigado, Volte Sempre!!!